Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo,
por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa,
e Paiol Produções Artísticas apresentam

FOTOGRAFIA CRIATIVA

Gal Oppido

Descrição

A fotografia como forma de expressão
Introdução e reflexão

Conceito

A fotografia é a linguagem que seleciona a cena tridimensional e a transfere para o bidimensional, para um quadrilátero estático.
Esta é a operação complexa que solicita do fotógrafo uma síntese entre forma e conteúdo e aí incluem-se todos os sentidos envolvidos na cena inicial, mesmo que subtraídos (tato, olfato, paladar e audição).
Como articular nosso repertório mais íntimo para construir uma imagem e o que define uma experiência autoral? Estas questões estarão dentro dos encontros uma vez que o repertório do olhar é a matriz, junto com suas sinapses, a geradora das imagens.
Quais elementos que definem a temporalidade de uma imagem e sua datação são questões intimamente conectadas com a visão de mundo do fotógrafo, tanto em cenas construídas como aquelas que recortamos sem interferência.
O corpo como significante exponencial, célula da aventura humana.

Estrutura Necessária

A oficina será desenvolvida em formato on-line (via plataforma Zoom).
Os alunos deverão participar a partir de um computador.

Datas: 04 e 11 de março às 18h30
e 06 de março às 15h

Sobre Gal Oppido

Gal OppidoGal Oppido, formado arquiteto pela Universidade de São Paulo, é artista visual, fotógrafo e músico do grupo RUMO. Professor do Instituto IADÊ de design, professor de Linguagem Visual na Pontifícia Universidade Católica de Campinas, professor de Linguagem Fotográfica no MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo).

Obras nos museus: MAM, MASP, MIS e AFROBRASIL.

Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte 1991 (melhor fotógrafo pelo conjunto da obra) e Prêmio APCA 2017 (melhor exposição fotográfica).

Premier Print Awards-Chicago e 2001 Best of Category (Takano por Gal Oppido).

Exposições coletivas e individuais em várias instituições brasileiras, assim como nos Estados Unidos, França, Portugal, Holanda, Alemanha, Argentina e Angola.