Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo,
por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa,
e Paiol Produções Artísticas apresentam
Mesa Redonda

OS RUMOS DA FOTOGRAFIA NO SÉCULO XXI

Participantes

Alexandre Urch Fotógrafo paulistano, nascido em Abril de 1977, fotógrafo profissional desde 2000. Vencedor de diversos prêmios de fotografia, onde se destacam o primeiro e segundo lugares da XVI Bienal Nacional de Arte Fotográfica em Cores, 1º Concurso Canon América Latina Jornalistas em Foco, 1º lugar na categoria ensaio do 9º Concurso Fotográfico Leica-Fotografe Melhor, 8º Festival Internacional da Imagem Fotográfica em Atibaia, entre outros e participou de diversas exposições coletivas e individuais pelo Brasil e no exterior.

Teve seu trabalho representado pelas galerias de arte: Galeria Lume de 2011 a 2014, Galeria Porão de 2014 a 2016 e da Galeria Fotospot em 2017. Seu trabalho é totalmente focado na fotografia autoral e documental, onde se destaca a apropriação e exploração de imagens do cotidiano e da arquitetura e arte urbana que buscam tornar o invisível e ordinário visível para todos utilizando as mais diversas técnicas e equipamentos fotográficos.

Além do seu conhecido e premiado trabalho autoral ele também produz trabalhos publicitários trabalhando para as marcas e empresas como Citröen, LG, Asus, Motorola, DJI Brasil, Bem Mais Seguros, Air France, Reserva, BNP Paribas, Vista Skate, Kingston, Hines do Brasil, Facebook do Brasil, Prefeitura de Buenos Aires, Secretária de Turismo de Porto/Portugal, Under Armour, Comitê Paralímpico Brasileiro entre outras.

Alexandre Urch

Eduardo Mello Formado em Cinema e Vídeo pelo Instituto de Artes e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense. Fotógrafo há mais de duas décadas é docente de Fotografia há mais de dez anos. Como professor, deu aulas na UNIP, no IPEP, na ESAMC, nas Oficinas Culturais do Estado de São Paulo, no SENAC SP e no SESC SP, em diversas cidades do interior de São Paulo.
Em exposições individuais e coletivas, expôs em todos os principais centros culturais da cidade de Campinas, onde reside. E também em outras cidades, incluindo as capitais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Eduardo Mello

Rogério Voltan Fotógrafo profissional desde 1994. Em 1995-1996, trabalhou na Itália onde descobriu o prazer em fotografar table top (gastrônomia) ao trabalhar para algumas revistas italianas. Neste período, também trabalhou para outras revistas na Europa e ainda como correspondente para algumas revistas Brasileiras nas áreas de jornalismo, turismo e culinária.

No final de 1996, de volta ao Brasil, inicia sua carreira como freelancer no mercado editorial, trabalhando pela revista Veja e Veja São Paulo, passando também por várias outras revistas como Viagem Turismo, Cláudia, Gula, Dieta Já, Viver Bem, Época, Casa & Mercado, Prazeres da Mesa, Bons Fluídos, Elle, etc. Em muitas dessas publicações, continua até hoje como colaborador, além de atuar também em editoriais de moda e publicidade.

Em 2000/2001 expande sua carreira internacional ao trabalhar com parceiros importantes como: El País/EPS (Espanha), GATOPARDO Magazine (Colômbia), El Sabado de el Mercúrio (Chile), Cuccina Italiana e República di Italia (Itália), Stoockfood (Alemanha), Payard Restaurant (NYC - SP)entre outras.

Alguns dos clientes atendidos: GE do Brasil, Subaru, Breton (decoração), Sanko (espumas), Le Martan (colchões), Brentwood (decoração), Esfera (decoração), Maison Iris (cama, mesa e banho), Cinemark, Rational (fornos e fogões industriais), Cinemark, além das revistas já mencionadas.

Rogério Voltan

Rosana Horio Monteiro Professora associada da Universidade Federal de Goiás (UFG), onde atua no Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual desde 2004. Desenvolveu pesquisa de pós-doutorado na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) com o título “Ver/fazer ciência. Usos e funções da fotografia na prática científica” (2019-2020).

Foi bolsista Capes de pós-doutorado na Universidade de Lisboa (2009-2010), com pesquisa intitulada “(Re)configurações de saberes. Um estudo de trabalhos colaborativos entre artistas e cientistas”. É autora do livro Descobertas múltiplas.

A fotografia no Brasil (1824-1833). Integra conselhos editoriais e científicos de publicações nacionais e internacionais nas áreas de arte, fotografia e imagem. Investiga principalmente os seguintes temas: imagem, arte e ciência e teoria e história da fotografia.

Rosana Horio Monteiro

Wilian Aguiar Fotógrafo e também idealizador do Festival Paiol de Fotografia, iniciou seus estudos em fotografia em 2003, na Visual Arts – Rio de Janeiro. Desde 2005, dedica-se a fotografia de espetáculos, tendo realizado trabalhos em dança para a Cia. Siameses, de Maurício de Oliveira; Balé da Cidade de São Paulo; O Viga, de Sônia Oliveira, além de diversos espetáculos da São Paulo Companhia de Dança. No teatro fotografou Bibi Ferreira, Juca de Oliveira, Paulo Gracindo Jr, Bárbara Paz, Luana Piovani.

Também fez os registros dos musicais Os Produtores (2008), de Miguel Falabella; Rock Show (2008), de Wolf Maya; e Meu Amigo, Charlie Brown (2010), de Leandro Luna. No cenário musical, realizou trabalhos para festivais de música e artistas como Ana Carolina (Ana Carolina e Seu Jorge); Roupa Nova – Acústico 2 (2006); Roupa Nova em Londres (2009); Emmerson Nogueira; Jota Quest; Sideral; BMW Jazz Festival; Padre Marcelo Rossi; SWU 2011 (Faith No More, Duran Duran, Lynard Skynard); Maquinaria 2009 (Faith No More, Janes Addiction, Deftones, Sepultura, Evanescence);Simple Plan e Billy Paul.

Wilian Aguiar