Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo,
por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa,
e Paiol Produções Artísticas apresentam
Mesa Redonda

POR QUE FOTOGRAFAMOS?

Participantes

Gal Oppido Formado arquiteto pela Universidade de São Paulo, é artista visual, fotógrafo e músico do grupo RUMO.
Professor do Instituto IADÊ de design
Professor de Linguagem Visual na Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Professor de Linguagem fotográfica no MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo ).
Obras nos museus : MAM, MASP,MISe AFROBRASIL
Prêmio APCA -Associação Paulista de Críticos de Arte 1991 ( melhor fotógrafo pelo conjunto da obra)
Prêmio APCA 2017 (melhor exposição fotográfica)
Premier Print Awards-Chicago
2001 Best of Category (Takano por Gal Oppido)
Exposições coletivas e individuais em várias instituições brasileiras assim como Estados Unidos , França, Portugal , Holanda, Alemanha, Argentina e Angola.

Gal Oppido

Marcelo Grecco Fotógrafo e professor/orientador, mora e trabalha em São Paulo. Em seu trabalho artístico utiliza a fotografia como ferramenta de expressão pessoal. Seu universo íntimo, seu cotidiano e sua cidade são matérias-primas recorrentes de seus trabalhos. Interessa-se também pela investigação de outros territórios em seu fazer artístico: realizou trabalhos em Portugal (2003), França (2016 a 2018) e Itália (2020). Publicou recentemente o livro Abrigo (Editora Origem, 2020), terceiro trabalho de uma trilogia pessoal. Internal Affair (Schoeler Editions, 2013) e Sombras Secas (Schoeler Editions, 2015), os dois primeiros livros desta trilogia, fazem parte do acervo da Library of Congress – USA. Publicou também os livros Brasília – Coleção Passaporte (Schoeler Editions, 2011), Tempos Misturados (Schoeler Editions, 2010), A Sombra da Dúvida (Sensible édition, 2017) e Lágrimas Perdidas (2017).

Greco realizou exposições nacionais em instituições como Pinacoteca do Estado – SP, Museu da Imagem e do Som – SP, Centro Cultural São Paulo Caixa Cultural – SP, Museu da Imagem do Som – Santos. Realizou exposições internacionais nas instituições Tropenmuseum (Holanda), Leica Gallery Solms (Alemanha), Leica Gallery Frankfurt (Alemanha). Em seu trabalho como professor/orientador desenvolve cursos e oficinas de fotografia autoral no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), orienta fotógrafos no desenvolvimento de projetos pessoais, coordena e edita trabalhos para exposições em eventos nacionais e internacionais.

Foi curador geral do Festival de Fotografia Paraty em Foco 2008. Desde 2012 desenvolve projetos de intercâmbio cultural e residências artísticas em países como Holanda e França. Tem como parceiros nestes projetos os holandeses Leo Divendal e Machiel Botman, além do diretor artístico francês Pierre Devin. Greco é um dos membros do projeto Territoire Sensible, uma plataforma franco-brasileira, idealizada por Pierre Devin e Fabiana Figueiredo, que se articula em torno das artes visuais e busca refletir sobre um mundo em plena mutação.

Marcelo Grecco

Nair Benedicto Jornalista formada em Comunicações pela USP - Universidade de São Paulo, em 1971. Tem sua produção fotográfica voltada para temáticas sociais, especialmente as que envolvem mulheres, crianças, populações indígenas e ecologia. Participou de várias exposições nacionais e internacionais como fotógrafa e editora, tendo trabalhos publicados em jornais, revistas e livros tanto no Brasil quanto no exterior. Tem fotos integrando os acervos do MOMA – Museu de Arte Moderna de Nova York, do SMITHSONIAN de Washington, do MAM - Museu de Arte Moderna em São Paulo e no Rio de Janeiro, do Patrimônio Histórico da Cidade de São Paulo, da Coleção Pirelli-MASP e de vários colecionadores brasileiros e estrangeiros.
Foi uma das fundadoras da Agência F.4 e do Nafoto – Núcleo dos Amigos da Fotografia, cuja atuação permitiu a abertura de importantes espaços para a fotografia.

A importância de sua produção fotográfica – já premiada por diversas vezes na área do jornalismo – foi também reconhecida com o Prêmio Trip Transformadores 2010. Fotógrafa homenageada no Foto POA de 2012, com a publicação do livro VI VER. Agraciada com Prêmio Brasil – Fotografia Especial 2017 – do Ministério da Cultura e Porto Seguro.
Atualmente dirige a N Imagens, que concentra a veiculação de seu acervo e produção, e através da qual realiza workshops e palestras no Brasil e no exterior.

Nair Benedicto

Sandra Lopes Fotógrafa profissional há mais de 25 anos, morou nos Estados Unidos e na Suíça, onde as fotografias de natureza e de retrato fizeram parte de seu portfólio.

Em 1999 estabeleceu sua carreira no Rio de Janeiro, onde montou estúdio e trabalhou como freelancer para diversos meios, como as revistas Quem, Caras e Casa & Jardim. Além de agências de modelos e publicidade.

Fez várias exposições individuais e coletivas na cidade. Desde 2009 atua na cidade de Campinas, voltada para as áreas de fine art, moda e retratos em seu estúdio. Em 2010 começou sua carreira de docente de fotografia no Senac Campinas. Em 2019 sua exposição: “(Re)existir, refletir, reinventar” fez bastante sucesso por onde passou.

Sandra Lopes